Cerveja artesanal. Arte líquida e gráfica.

Um rótulo diz muito. Na cerveja artesanal diz mais !

Atrevo-me a dizer que estamos perante um movimento artístico por si só. Na arte cervejeira e na arte gráfica das suas marcas.Mas com o numero cada vez maior de novas marcas, surge o desafio: o destaque aos olhos do consumidor. Sugerimos as seguintes guias:

Revelam os valores dos seus criadores.

O que queriam transmitir ao consumidor deve reflectir-se no produto final (a cerveja) e na imagem que a ajuda a destacar das demais e a vender.

O estilo de cerveja deve ajudar.

Por exemplo, uma cerveja estilo Stout apresenta muitas vezes rótulos de tons pretos ou escuros, em alusão à sua cor e aos grãos torrados que lhe dão origem

A imagem ajuda o consumidor a destingir um produto de produção massa para um de micro produção.

É aqui que se vê a verdadeira arte. Um rótulo de uma marca de produção em massa é vago quanto à história e à essência. A imagem das cervejas artesanais têm alma!

Em suma, devem contar uma história.

A história da inspiração na criação da marca, do produto e da própria paixão do seu artesão.

Estes são na nossa opinião, excelentes motivos criativos. São também linhas orientadoras para a criação de uma marca que deve ser sempre pensada em termos de embalagem, site, redes sociais e feiras, criando assim o seu espaço prórpio no mercado e no mundo cervejeiro!Somos apreciadores de longa data. De ambos: a Cerveja Artesanal e o Design Gráfico!